SAPATAS ISOLADAS

Ir em baixo

SAPATAS ISOLADAS

Mensagem por Márcio Cunha em Qui Jun 11, 2015 7:20 pm

Prezados colegas,

Saindo um pouco da seara político-econômico-social, gostaria de dividir com os colegas duas planilhas que desenvolvemos aqui no escritório tratando de sapatas e cálices pré-moldados.

Elas não são tão gráficas, na verdade não são nada gráficas, mas são, acredito, de fácil entendimento.

Seria muito construtivo receber críticas das mesmas.

A planilha com cálices deve ter as cargas inseridas nos campos específicos da aba cálices. O volume do cálice já será considerado na aba de sapatas.

As sapatas são dimensionadas considerando um gama c de 1,4 para o concreto e gama n de 1,2.

Fazendo o comparativo com o programa de sapatas do TQS, notei divergências quando existe tensão negativa.

Isto se deve ao fato de o TQS desconsiderar a região com tensão de tração e buscar uma nova configuração de tensões, limitando a tensão mínima à zero.

Considero que esta consideração está correta, mas ainda não implementei isso nas planilhas.

Sugiro que caso alguém venha à utilizar esta planilha limite seu uso à tensões de compressão ou com pouca tração, limitando a tensão máxima à uns 90% do previsto.

Outra coisa que observei que diferia demais do TQS é a armadura.

Fui esmiuçar o relatório e notei que o TQS estava usando um rho mínimo de 0,282% da seção para um fck de 40Mpa.

Ao verificar o manual, observei que ele indica que, caso o valor do rho mínimo não seja fornecido, ele usará a expressão 0,706*fck/1000 (Mpa).

Novamente falei com o suporte e fui informado do seguinte:

“Com relação a taxa mínima, segundo me lembro, a décadas atrás era comum a utilização da formula As = 0,34 * M / H para o cálculo da armadura mínima, onde M seria o momento de fissuração. O momento de
fissuração era calculado como 1,2 * fctk * W. Fazendo algumas simplificações chega-se no valor de As = 0,706 * B * H * fck.”

A NBR 6.118/2014 em sua tabela 17.3 nos dá o valor do rho mínimo para cada fck, e para o mesmo fck, a diferença é muito grande.

Na planilha que desenvolvemos está sendo utilizado o valor da NBR 6.118/2014. Gostaria da opinião dos colegas acerca desse ponto.

Agradeço antecipadamente o auxílio dos que puderem criticar construtivamente.

Estamos desenvolvendo algo para blocos também. Quando finalizarmos, enviarei para que os colegas possam proceder da mesma forma.

Atenciosamente,

Márcio Cunha
Recife/PE
Cel: (081) 99625-9130
Skype: engmarciocunha
Anexos
TENSÕES EM SAPATAS ISOLADAS SEM CÁLICE - FLEXÃO COMPOSTA.xlsx Você não tem permissão para fazer download dos arquivos anexados.(18 Kb) Baixado 7 vez(es)
TENSÕES EM SAPATAS ISOLADAS COM CÁLICE - FLEXÃO COMPOSTA.xlsx Você não tem permissão para fazer download dos arquivos anexados.(42 Kb) Baixado 12 vez(es)
avatar
Márcio Cunha
Admin

Mensagens : 1
Data de inscrição : 11/06/2015
Idade : 42
Localização : Recife/Pe

Ver perfil do usuário http://calculistasdobrasil.directorioforuns.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum